Tag Archives: maternidade

Feliz, feliz, feliz dia!

12 maio

Oi, queridezas

Quuuuase que o dia se vai sem que eu tomasse vergonha na cara encontrasse tempo para trazer pra cá um pouco dos tantos desejos e carinhos que, nos últimos dias, esbanjamos na nossa página no Facebook!

arte mães AG 1

Pouco antes de se tornar mãe, a gente é filha e não entende, mas pensa que sim. Depois, enquanto se espera, a gente passa a imaginar um pouco de tudo e mais um pouco – carrega um filho e com ele leva um novo mundo na barriga… ou sonha que sim. E gera e gesta e concebe tantas coisas… e ainda assim não concebe que logo logo a vida perderá toda e qualquer vírgula e que todo o fôlego que reste será usado para (ufas) chorar e sorrir nas mesmas proporções – embora o choro a gente engula, porque nunca nos parece valer o tempo (mais precioso que nunca) que ele lava e que leva consigo, e o riso a gente nunca mais consiga esconder… É bom, tão bom é muito bom que seja assim.

Ser mãe é a experiência mais louca que se pode viver.

Esp dia das mães AG

Para todas elas, para todas nós, um Feliz, feliz, feliz dia-a-dia ;]

É o que a Ma Morini e eu desejamos, em nome do AG.

Ass:

Ju Blasina

Ju Blasina

Vida! [vídeo 01]

17 jan

E já que começamos com nossos relatos, vai aqui, nosso primeiro vídeo.

Que tem tudo a ver!!!

[fotos dos acervos pessoais de Ma, Ju e seus respectivos filhotes.

Arte do vídeo de Ma Morini]

A volta dos que não foram

22 dez

Meses e meses e meses depois, o andogestando está de volta – ou quase!

O que aconteceu até então?

Nossa… Por onde começar? Num breve resumo, o bebê, aquele que era um plano guardado na barriga, nasceu (falo mais sobre isso depois) e com ele um mundo novo – um mundo muito bom, muito lindo e muuuuuito can-sa-ti-vo, minha nossa, devo dizer… Um bebê é algo encantador e igualmente enlouquecedor, especialmente nos primeiros dias [que podem durar meses, os danados!] e especialmente às mães de primeira viagem.

"Motherhood" [Maternidade] by Marguerite Sauvage

“Motherhood” [Maternidade] by Marguerite Sauvage

Em uma frase, esse lance de maternidade é mais ou menos assim: quando você está prestes a correr sem rumo balançando os bracinhos para cima, eis que o bebê faz uma nova gracinha, dá um sorriso ou um simples olhar cheio de ternura… E sua barra de energia inexplicavelmente se renova, assim como toda a paciência [que você nem sabia que tinha].

Nove meses depois do nascimento do meu pequeno, e eu ainda não tenho mais que 4 horas de sono ininterrupto – dormir é o tipo de coisa que só se dá valor quando não se pode mais fazer. Mas, fora isso, as coisas vão bem, muito bem, obrigada: meu baby é lindo, saudável e encantador [como eles sempre são, ao menos para suas mães]. E meus dias estão, aos poucos, voltando a ser meus – ou, pelo menos, ‘nossos’, porque vida de mãe é conjugada na 1º pessoa do plural ;].

Maaaaas, tudo isso só serve de introdução para contar algo muito importante: o mundo não acabou e… Nós, também não:

Estamos voltando!

baby crawling by metropareny

[…carregando…]

É isso aí: a partir de janeiro, o andogestando volta e volta pra valer, cheio de pique, de posts – sobre o gestar desse universo de mães com bebê fora da barriga, onde cada dia é uma loucura surpresa – e de novidades: [rufem os tambores!!!] o blog é gerido agora por mais uma autora, minha amiga, Mariana Morini.

Esporadicamente, outras colaboradoras poderão mostrar suas lindas caras por aqui, mas, por hora, o que temos de certo ‘por agora e sempre’ é essa parceria entre duas mulheres de estados diferentes, mas com muito em comum:

  • ambas são mães de primeira viagem
  • e mãe de meninos – meninos nascidos no mesmo mês [março] do mesmo ano [2012];
  • ambas são pesquisadoras compulsivas nesse mundo ‘web-de-meo-deos’
  • e se o mundo pós-maternidade fosse dividido em mães que fazem ou não o uso da ‘galinha pintadinha’ como forma de contenção de manhas infantis…

galinha pintadinha no

Definitivamente, nós seríamos do tipo “NÃO” [mas entendemos o momento de desespero daquelas que o fazem].

Fora isso, deixemos que os posts futuros revelem mais sobre o tipo de mãe, mulheres e pessoas que somos, sobre o tipo de filhos que temos e, principalmente, sobre os macetes dos quais fazemos uso para dar conta de tudo e mais um pouco!

Dito tudo e mais um pouco, eu (Ju Blasina –mãe do Dimi) e a Mah Morini – mãe do Pi, desejamos a todos um feliz final de 2012 e que o 2013 chegue logo, ‘seu lindo!’, para que com ele iniciemos a nova fase do nosso blog:

Nova equipe do Andogestando

Nós!!! A nova equipe do andogestando

Sejam bem-vindos ao novo Andogestando!

%d blogueiros gostam disto: