Dizem por aí: Mães são tigresas!

11 fev

Ela crescia. A cada dia mais e mais, em novas direções e maiores proporções (…) e enquanto o fazia, se o silêncio adequado também fosse feito, podia-se ouvir a canção que seu corpo cantava a embalar o crescimento − uma melodia nada suave, composta pelo estalar de ossos, o estirar de músculos e o rasgar da pele. Ah, a pele…

Por ser um assunto de extreeeema relevância ao universo feminino-gestacional, hoje resolvi trazer pra cá alguns trechos da minha última crõnica “Ao rugido que não quer calar” [leia na íntegra clicando AQUI], inspirada na maravilhosa campanha criada pelo site americano “How To Be a Dad” – eis um pouco da campanha também:

"Seu corpo não está arruinado. Você é uma baita tigresa que conquistou suas listras"

“Com um mundo guiado pela imagem e perfeição e inatingíveis padrões de beleza ‘photoshopados’, é desconfortável imaginar o que sente uma mulher por ter que se submeter ao “sacrifício” de “arruinar o seu corpo”, a fim de ter um bebê. Estamos honrados em compartilhar essa mensagem de encorajamento apaixonado, em reconhecimento às mães e à beleza da maternidade. Com ou sem listras, as mães são tigres. E tigres são lindos.” – Linda a campanha, não? 
————————————————
Agora, hipocrisias à parte:
Não que alguém goste de ter estrias ou vá sair por aí exibindo suas “cicatrizes de batalha”, mas… uma vez que se adquira algumas − sobretudo em função da gravidez − fazer o quê???
Não é o fim do mundo carregar na pele as marcas de um momento que nos faz tão maiores, não apenas em tamanho (e digo isso enquanto escuto o ranger abafado de minha própria pele, sob camadas e camadas de hidratação).
Abafa-se o ranger, mas nunca, o rugir. E se eles escutam o nosso rugido, é bom que entendam o que ele significa:
‘Meta-se a besta com os meus filhotes
e quem carregará cicatrizes será você!
Rrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr!’
Nós somos tigresas, SOMOS LEOAS, somos mulheres, SOMOS MÃES e nada ofusca a real beleza de uma!

Ju Blasina

2 Respostas to “Dizem por aí: Mães são tigresas!”

  1. mulher tigresa mas me amo 16 de agosto de 2013 às 2:08 PM #

    como mae e a perfeiçao acima de tudo deveriam inventar a cura para as estrias os filhos seriam mais amados por muitas e as filhas ja nasciam agradecendo pelo o invento que as livrariam

    • Ju Blasina 16 de agosto de 2013 às 5:18 PM #

      Obrigada pela visita e pelo comentário, mas tenho que discordar!
      Primeiro porque ‘perfeição’ é uma utopia – e quando se persegue o inalcançável, muitas vezes se passa por cima de coisas muito mais reais e valiosas, como quando deixamos com que um constrangimento qualquer em relação ao nosso corpo, uma insegurança com a nossa aparência nos impeça de viver plenamente – e de AMAR PLENAMENTE aos filhos por conta de uma besteira qualquer. E outra: não passemos para a nossa ‘geração filha’ os mesmos princípios machistas e bitolados – de beleza, entre outros tantos – que fazem com que tantas mulheres sofram por não se ‘encaixar’ em padrões estáticos opressores – se encaixar, feito boneca na caixa [‘barbie in box’]. Não somos barbies, não queiramos ser… não precisamos ser mais do que lindas e felizes, cada uma a sua própria maneira… única! A beleza real não é tão frágil que se rasgue com uma estria, uma cicatriz ou uma porção delas… a beleza real é algo que ninguém pode nos roubar, que nada pode ofuscar, nada… a não ser os nossos próprios medos.
      Por favor, não se ofenda, mas essas coisas precisam ser ditas, especialmente neste espaço!
      Abraços e,se quiser um papo maior sobre isso, pode mandar msg privada para jrblasina@yahoo.com.br

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: